Os músicos mais conhecidos

Os músicos mais conhecidos no Brasil não são necessariamente os músicos brasileiros mais conhecidos pelo mundo fora. Veja-se o caso do género Sertanejo, ou do Forró e Axé. São estilos muito próprios do Brasil e que embora dominem grande parte da indústria musical braRoberto_Carlos1sileira, têm relativamente pouca visibilidade no exterior. Enquanto nas grandes metrópoles como São Paulo e Rio de Janeiro as pessoas estão mais expostas, e têm um acesso mais facilitado, aos fenômenos musicais vindos do estrangeiro, a Música Clássica e Erudita, Jazz, etc., na maior parte do vastíssimo território que constitui o Brasil, são mais apreciados os géneros mais próximos do povo, mais tocados em festas, com ritmos e letras que permitem um maior envolvimento de quem ouve.

Assim, e para não falarmos dos músicos estrangeiros que inundam os tops brasileiros, optámos por selecionar alguns dos músicos brasileiros com maior sucesso no estrangeiro (e ao mesmo tempo no Brasil) e outros que embora atuem praticamente só no território Brasileiro, são a nível nacional um sucesso tão grande ou maior que os anteriores.

No topo da lista não podia deixar de estar aquele a quem chamam o Rei. Roberto Carlos será porventura o cantor brasileiro mais conhecido em todo o mundo, dentro de um estilo de Rock muito próprio, que evoluiu para o romantismo.

A Música Popular Brasileira tem alguns dos seus expoentes máximos em Caetano Veloso, Chico Buarque e Adriana Calcanhouto, que enchem palcos por onde passam no mundo inteiro.

O Rock tem representantes de peso nos Paralamas do Sucesso e nos já desaparecidos Mamonas Assassinas.

Embora se preste mais atenção ao Samba no Carnaval do Rio de Janeiro, este estilo musical já invadiu o mundo, através de Martinho da Vila e Zeca Pagodinho, entre outros.

Alceu Valença e Zé Ramalho são dois dos grandes sucessos do Forró enquanto o Sertanejo conta com nomes como Zezé di Camargo e Luciano ou Paula Fernandes.

Sepultura, um grupo de Heavy Metal, é dos maiores sucessos internacionais oriundos do Brasil, ao ponto de ter sido elogiado por Dave Grohl (Nirvana e Foo Fighters) no programa “Late Late Show” de James Corden.